23 de Novembro de 2017

A cor dos olhos do meu bebê – Será claro ou escuro?

O que sabemos é que a cor dos olhos de uma criança geralmente é passada pela genética de cada um dos pais. Mas o que não sabíamos é que os genes dos pais podem se misturar e se combinarem de muitas maneiras diferentes!

O desenvolvimento da cor dos olhos

cor dos olhos

 

A nossa íris é a parte colorida dos olhos, ela possui a pigmentação que determina a cor nossos dos olhos. O oftalmologista chamado Virgílio Centurion (CRM-SP 13.454) diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares, afirma que existem três genes que são responsáveis pelas cores mais comuns: castanho, verde e azul, mas outras cores combinadas, como cinza e cor de avelã ainda não são totalmente explicáveis.

A maioria dos bebês nasce com olhos azuis, que podem escurecer nos seus primeiros três anos de idade. Isso porque a melanina, pigmento marrom, normalmente não está presente no nascimento e sim vai sendo produzido conforme o passar de anos.

O médico oftalmologista Fabio Pimenta de Moraes (CRM-SP 124.321) explica que a cor dos olhos não é simplesmente uma mistura de cores dos pais, como uma mistura de tintas. Cada um dos pais possuem dois pares de genes em cada cromossomo. Por isso existem inúmeras possibilidades, isso depende apenas de quais desses genes serão transmitidos ao filho por cada genitor.

Pesquisadores holandeses anunciaram que estão trabalhando em maneiras de determinar a cor dos olhos com base numa análise sofisticada do DNA que pode prever com precisão de 90% se as pessoas terão olhos castanhos ou azuis. Interessante não é?

Quando ambos os pais tem olhos castanhos é mais provável que a criança nasça com olhos castanhos, mas se um dos pais tem olhos castanhos e o outro tem olhos azuis, a criança não necessariamente nascerá com os olhos azuis ou castanhos. Algumas crianças podem ter nascer com a cor dos olhos indefinida.

A íris e suas mudanças de cor

cor dos olhos angelina jolie

 

A íris é um pequeno músculo que se expande e se contrai para controlar a entrada de luz na pupila (a bolinha negra no centro dos olhos). Sempre quando há muita luz, a íris se contrai diminuindo a pupila com a intenção de diminuir a captação de luz, e o reverso acontece quando há muita luz. A pupila também se contrai quando se concentra a visão sobre objetos próximos.

Nessas alterações de tamanhos da pupila, os pigmentos da íris também se afastam ou se comprimem, mudando a cor dos olhos. O doutor Fábio Moraes explica que algumas emoções também podem alterar o tamanho da pupila e a cor da íris. Então não é mentira quando as pessoas dizem que seus olhos mudam de cor quando estão com raiva ou apaixonadas.

A cor dos olhos do bebê

cor dos olhos

 

Sabemos que a genética da cor dos olhos é um processo muito mais complicado do que pensávamos antes. É muito mais provável que pais com olhos castanhos tenham um filho com olhos azuis do que pais com olhos azuis ter um filho com olhos castanhos. Isto porque o traço recessivo, em geral, pode ser repassado para pessoas de olhos castanhos até muitas gerações depois.

 

Sem Comentários