20 de Agosto de 2017

O uso de óleos no cuidado dos cabelos

Uma das novidades entre tantos métodos e tratamentos para os cabelos é o uso de óleos. Na sétima edição da feita Beauty Fair o destaque foi o óleo Argan. Assim como qualquer outro tratamento é preciso entender como ele funciona, quais são as indicações e como ele deve ser aplicado para você não correr o risco de estragar suas madeixas. Algumas das opções do mercado são os de Manteiga de Karité, o óleo de Rícino, de abacate, amêndoas, girassol, jojoba, uva, côco e o Argan, como já falamos. De acordo com a especialista Julie Gabriel, autora do livro “Oleoterapia”, eles podem ser usados nas raízes, mesmo de quem tem cabelo oleoso. Segundo a especialista, eles ajudam a regular a produção de oleosidade.

A dica dela é aplicar somente na raiz de quem tem cabelos finos e para as pessoas que têm madeixas mais grossas deve-se usar da raiz até as pontas.

Os óleos de uva e coco são os mais leves e mais fáceis de serem absorvidos e por isso não deixam resíduos depois da aplicação. O óleo de uva é feito a partir da semente da fruta e é uma ótima arma para manter os fios saudáveis, rico em antioxidantes, vitaminas C, D, E e beta caroteno, ele recupera a fibra capilar, devolve o brilho e cor e também previne o envelhecimento precoce do cabelo. O de jojoba também entra na categoria dos mais levese pode ser usado em qualquer tipo de cabelo. Os óleos mais leves são recomendados para as pessoas que têm os fios mais finos, pois não são tão difíceis de retirar e não deixam o cabelo pesado.

O óleo de rícino é recomendado para o crescimento dos fios, ele também é conhecido como óleo de mamona, mas não deve ser aplicado diretamente no cabelo porque é muito forte. Assim como a manteiga da Karité, o rícino é mais gorduroso e por isso é recomendado para quem tem cabelos mais grossos.

Além desses óleos, a última novidade nos salões são os produtos a base de argan. O óleo de Argan é marroquino e é produzido em Israel, contém vitaminas A, D e E, que funcionam como antioxidante e reparador para os fios. Por ser super hidratante ele é muito recomendado para os cabelos tingidos ou com algum tipo de química. É possível usar o Argan todos os dias, inclusive nos fios oleosos, nesse caso é só não usar o produto na raiz. Você pode usar o Argan de três formas: aqueça o óleo levemente em banho maria e aplique no banho depois de usar o seu shampoo de costume. Faça uma massagem capilar e depois lave normalmente. Ou também com o óleo aquecido o misture com uma máscara de tratamento, deixando agir por 5 minutos. E a última forma é como finalizador depois da escova ou chapinha.

O cabeleireiro das estrelas Marco Antonio de Biaggi utiliza o produto em celebridades como Deborah Secco e, segundo ele, o produto ajuda a proteger os fios da química. Biaggi ainda conta que outra novidade quentíssima está para chegar no mercado brasileiro, é Candy Cane, uma hidratação de bambu que promete ser muito poderosa.

 

Sem Comentários