21 de Novembro de 2017

Bebidas alcoólicas prejudicam a saúde da pele

Para muitas pessoas o consumo de bebidas é muito prazeroso, ainda mais quando você esta ao lado dos seus amigos, como em um churrasco no fim de semana por exemplo.

Entretanto os efeitos causados pelo álcool vão muito além dos mais conhecidos como o comprometimento da coordenação motora e o surgimento de doenças no fígado, ele pode acabar com o brilho e a beleza da sua pele, causar o surgimento de doenças nas unhas, entre outras coisas.

A cosmetóloga Sheila Gonçalves assegura que a bebida alcoólica é um veneno para aquelas pessoas que buscam prolongar a juventude e retardar o surgimento dos sinais de envelhecimento:

Por menor que seja esse consumo, o álcool é um agente dilatador dos vasos sanguíneos, o que gera alterações nas células da pele, e que além do envelhecimento precoce podem gerar outros problemas como aumento da incidência de caspa, aumento do tamanho da glândula sebácea (o que resulta em uma pele mais oleosa) e unhas com manchas brancas e fracas.

E o pior de tudo, esses efeitos são mais intensos as mulheres, pois elas são menos resistentes ao álcool. Isso acontece porque o álcool se mistura com a água do corpo, e como as mulheres possuem menos água do que os homens (proporcionalmente), a concentração e os efeitos acabam sendo maiores. Por isso, nem adianta perder tempo (e dinheiro) em uma clinica de estética se a mulher põem tudo isso a perder quando ingere um copo de bebida.

Entretanto, esses efeitos podem ser amenizados, desde que o álcool fique fora da sua lista de bebidas preferidas. Mas se ainda assim você não quiser deixar a bebida de lado, escolha aquelas bebidas com teor alcoólico menor, como a cerveja, que possui 5% de álcool comparada ao vinho que possui 12% e as bebidas destiladas (como o whisky) que possui cerca de 40%.

Sem Comentários